Você está aquiDimensões

Dimensões


Dimensões de Avaliação de Comunidades e Cidades

A Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa sugere que os municípios e o Distrito Federal abordem categorias adaptadas das dimensões de avaliação de comunidades e cidades propostas pela Organização Mundial da Saúde:


Ambiente Físico
Relação e qualidade dos espaços disponíveis para as pessoas idosas, para a sua socialização e integração na vida pública (iluminação, calçamento, praças com bancos, pontos de encontros comunitários etc.);
Transporte e Mobilidade Urbana
Ações para garantia da gratuidade nos transportes coletivos públicos urbanos e semiurbanos, a partir dos 65 anos; para melhorar a acessibilidade no transporte público; para capacitação de funcionários do transporte público para a compreensão do processo de envelhecimento, entre outras;
Moradia
Relação de ações e serviços que priorizem a aquisição de moradias por pessoas idosas; relação de campanhas sobre acessibilidade e segurança nas moradias, bem como sobre sustentabilidade (economia de água, luz etc.); entre outros;
Participação
Identificação de espaços que possibilitem a participação efetiva das pessoas idosas na sociedade, participação cívica e emprego. Como exemplos, estão espaços onde se tomam decisões de seu interesse e onde se discutem as garantias dos seus direitos (como conselhos, fóruns, conferências, associações e outros), espaço no mercado de trabalho (empresas que empregam pessoas idosas ou setores públicos para trabalhos remunerados ou voluntários);
Respeito e Inclusão Social
Relação de eventos com atividades intergeracionais, esportivas, recreativas e culturais de interesse de pessoas idosas em lugares diversos; identificação de espaços de convivência (serviços de convivência e fortalecimento de vínculos disponíveis no SUAS, grupos de convivência em instituições diversas, clubes); iniciativas para garantir acesso a benefícios e programas sociais destinados a pessoas idosas; ações para garantia dos direitos assegurados à pessoa idosa (atendimento prioritário, que compreende tratamento diferenciado e atendimento imediato, entre outros); serviços de acolhimento e tratamento das denúncias referentes à violação de direitos da pessoa idosa; existência de campanhas de prevenção de violência contra a pessoa idosa;
Comunicação e Informação
Identificação de ações de divulgação de assuntos de interesse da população idosa; divulgação de serviços e benefícios para a população idosa; divulgação de atividades culturais e de lazer locais, com divulgação do direito à meia-entrada para a pessoa idosa, entre outras;
Oportunidades de Aprendizagem
Identificação de atividades formativas e informativas destinadas às pessoas idosas, como alfabetização; identificação de projetos de inclusão digital e socialização das pessoas idosas; identificação de cursos disponibilizados que empoderem a pessoa idosa em diversas áreas (educação financeira; preparação para a aposentadoria, entre outros), entre outras;
Apoio, Saúde e Cuidado
Identificação de instituições governamentais e não governamentais que prestam assistência à pessoa idosa em âmbito municipal; relação de serviços de acolhimento do município; identificação de políticas e ações locais de promoção da saúde das pessoas idosas; experiência de ações para melhorar a qualidade de atendimento da pessoa idosa nas unidades de saúde, entre outras.

Mais uma categoria é oferecida pela Estratégia para que os municípios tenham flexibilidade para inserir ações que considerem não contempladas nas oito dimensões. É a categoria “escolhas locais”.

Buscar

Fique por dentro

Eventos